top of page
Buscar

Os mantras são a sinfonia da alma em sintonia com o universo

Na jornada transcendente do yoga, os mantras vão além a mera sonoridade, tornando-se portais para a vastidão da alma e pontes para a conexão. Mais do que simples palavras, são melodias sagradas que vibram em harmonia com a respiração, abrindo um espaço para a autoexploração e a transformação.


Ao entoarmos os mantras nos conectamos com uma tradição milenar que ecoa através dos tempos, nos guiando em um mergulho profunda na essência do nosso ser. Cada mantra carrega consigo uma vibração única, um poder transformador que atua em diferentes níveis do nosso corpo e mente. Na prática de yoga, os mantras não se limitam a definições superficiais. São chaves que desvendam os mistérios da nossa própria natureza, revelando a sabedoria infinita que reside dentro de nós. Ao repeti-los com devoção, abrimos espaço para a compreensão profunda dos ensinamentos do yoga, integrando-os à nossa vida cotidiana.


Os mantras ressoam em todo o nosso ser, harmonizando o corpo, a mente e o espirito. Acalmando a mente agitada, aquietando as emoções turbulentas e elevando a consciência a um estado de paz profunda com muita clareza. Através da prática regular dos mantras, cultivamos a disciplina, a concentração e a autoconsciência. Gradualmente, nos libertamos das amarras do ego, do medo e a da ansiedade, abrindo espaço para a compaixão, gratidão e amor.

Os mantras são pilares fundamentais da prática. No Ashtanga Yoga, temos dois mantras (um de abertura e outro de encerramento da prática pessoal).



Boas práticas, namastê!

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page